Indicação Netflix | Mary Shelley


Sinopse:

A história do romance mostra a trajetória de Mary Wollstonecraft Godwin e o início de seu relacionamento com o carismático poeta Percy Shelley,

Uma jovem de 17 anos, cuja mãe, uma importante feminista da época, a escritora Mary Wollstonecraft, filósofa e defensora dos direitos das mulheres, veio a morrer durante seu parto.

Fica morando com seu pai, um importante editor de livros e livreiro, acaba sendo mandada para Lúgubre na Escócia, para afastar-se de sua madrasta. Lá  viria a conhecer Percy  Shelley.


Mary recebe uma mensagem que à faz retornar para  Londres,  e torna à se desentender com sua madrasta e seu pai, então foge com sua meia-irmã  Mary Claire e seu parceiro.

Baseada em sua trilha de vida, além de aspectos éticos e filosóficos, após numa noite Lord Bryron lançar um desafio: Quem escreveria a mais assustadora história de terror?, Mary começou a escrever "Frankenstein; ou, o moderno Prometeu" (Obra que inaugurou o gênero de ficção científica na literatura).

Foto divulgação: Cena em que Mary, Percy e Mary Claire chegam à mansão de Lord Byron. 

Durante esta mesma noite também nasceu, "O vampiro", de John Polidori. O encontro destes celebres autores, ocorre em uma vila em Genebra, 1816. Mal sabia Mary, que viria a se tornar a aclamada escritora Mary Shelley. 



Crítica:

Claramente é interessante a premissa do filme, um dos pontos que mais me chamou atenção foi questão sobre a publicação do livro. Onde Percy escreve o prefácio para que fosse aceito para ser publicado, pois não se acreditava que uma mulher pudesse ser autora de uma grande obra como "Frankenstein; ou, o moderno Prometeu", o livro seguia com o nome do autor anônimo, até certo tempo.

Apesar de algumas críticas sobre obra cinematográfica, serem negativas, pelo foco estar centrado nas relações de Mary com "homens disfuncionais" de sua vida, acredito que ela soube trazer os aspectos sobre o contexto da época, pois trouxe à luz vários insights sobre o livro e a correlação à vida da autora que nem passava pela mente dos leitores.

Em toda grande obra é preciso que se considere o contexto histórico, visão sociocultural da época e,principalmente, se buscar interpretar a obra, é preciso que "entre na mente do autor", pois só assim, será possível captar sua mensagem.

Duração: 2 horas.
Direção: Haifaa Al Mansour.
Elenco: Elle Fanning, Bel Powley, Douglas Booth, Tom Sturridge.
Gêneros: Drama, Histórico.
Nacionalidades: Reino Unido, Irlanda, Luxemburgo.
Indicação Netflix | Mary Shelley Indicação Netflix | Mary Shelley Reviewed by Natali Lourenço on 04:32 Rating: 5

4 comentários:

  1. Gente que preciosidade do netflix já quero ler ♥

    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
  2. ah eu vi o filme e ADOREI, mt bacana saber todo o contexto em que o classico frankestein foi escrito

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Mary Shelley é um tesouro da literatura britânica! Ela foi uma das autoras que estudei na faculdade, no semestre passado e ainda que o filme tenha algumas distorções históricas (normal) ainda continua valendo bastante a pena.

    Alô, galera! Eu estou precisando levantar um pouco meus views e comments (depois que o G+ fechou, eu flopei). Então pensei que podia fazer isso com a galera que está na mesma situação. É o seguinte: Comentem aqui o link das suas postagens mais recentes e visitem os links de outras pessoas e deixem comentário no blog do coleguinha.

    https://assunto-infinito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia esse filme, mas fiquei bem curiosa após ler sua opinião sobre ele. Adoro um drama e principalmente quando envolve algo de época <3 Já vou adicionar na minha lista da netflix.

    Aproveitei para seguir seu blog e ficar por dentro dessas novidades <3
    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.